Já está em domínio público um trabalho audiovisual exemplar realizado pela Escola Marcos Antônio Dias Batista, produzido pela professora Bruna Maria da Cunha. Trata-se de um produto das práticas escolares de recorte transversal e interdisciplinar, que recupera a história do estudante que dá nome à Escola.

O filme conta a história do líder secundarista, desaparecido político em Goiás no mês de maio de 1970, Marco Antônio Dias Batista. Ele era membro da organização de luta armada contra a ditadura civil e militar Var-Palmares, a mesma em que a atual presidente Dilma Rousseff participou. Com direção de Marcelo Benfica (30min).