Passagens: o blog do Wanderley Geraldi

Na terça voltamos para casa, de Campinas para Barequeçaba. Viagem sempre tranquila. Saímos tarde, e por isso resolvemos fazer um lanche no restaurante Vaca Preta, já na Rodovia dos Tamoios. O restaurante fica quase no encontro com a Rodovia Carvalho Pinto. Entramos na pista sem qualquer problema e chegando ao restaurante. Quando estacionamos o carro, ouvimos os tiros, rajadas e gritaria conosco para que corrêssemos para dentro do restaurante! Víamos os clarões dos tiros, ouvíamos os estalidos e não entendíamos nada! Foram muitos tiros.

Dentro do restaurante, as pessoas assustadas. Fomos então informados que o

Aos 85 anos de idade, Ziraldo continua em plena e vigorosa atividade artística e estética como se estivesse em plena adolescência longeva. Numa linguagem alegre, divertida, leve, ridente, exata e sincera ele fala em entrevista, publicada na Folha de S. Paulo de 7 de novembro de 2017 – C1. Quando a gente lê as palavras dele a sensação é que ele está brincando com as palavras, gozando a vida e rindo da velhice. E ele faz isso trabalhando horas intensas, dias sem fim e madrugadas silenciosas sem cansar. Escreve livros – literatura infantil – desenha, faz charges, organiza exposições das suas obras

Há autoridades perplexas. Porque fatos extraordinários estão acontecendo na república declarada  em fins do Século XIX, incrementada no Século XX, circunstancialmente abatida por golpes de estado e rotineiramente inexistente pelo patrimonialismo típico da cultura dominante brasileira desde as capitanias hereditárias: o público é dos privilegiados. Com alguma concessão à classe média, que age em público com a coisa pública como se fosse propriedade sua – quanto mais fazem isso, mais seus membros se julgam de elite, partícipes do poder.

Enquanto nós ficamos

Neste 20/11,presto minha homenagem a todas e todos que lutam pela causa. Há sempre os que acham que o racismo é só  um 'deslize' (sic!); outros, que foi sem intenção; outros ainda, que você vê ‘pelo em ovo'. 

Mas quem diz isso não são os que o sofrem, mas os que o praticam.

Eu confesso que já aprendi muito sobre o tema, (não é, minhas Professoras Rosa Maria Barros Ribeiro e Luci Crispin Michaela?), mas muito tenho ainda que aprender, porque nasci num ambiente que "naturalizou" a harmonia étnica, de classes, que acha que chamar de "negrinho" é carinhoso, que sentir pena é um

Ouvimos com certa frequência que uma das funções da escola é formar cidadãos e, para isso, nas diferentes disciplinas dos currículos escolares são apresentados objetivos de aprendizagem diversos e específicos das áreas do conhecimento. Consequentemente, uma proposta curricular deixará entrever o perfil de profissional que se espera para seu cumprimento. Nesse sentido, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que é um documento de caráter normativo que define o conjunto de aprendizagens consideradas essenciais e obrigatórias ao longo da Educação Básica, objetiva orquestrar

Seja assinante

Cadastre seu e-mail e não perca nenhuma postagem do blog do Geraldi.
captcha 

Apoio Cultural

Sobre o Autor

wanderley João Wanderley Geraldi não precisa ser apresentado; quem ainda não o conheça, certamente o encontrará em sua formação. Mas é necessário dizer que o que aqui se faz é também consequência de sua militância na Educação em nosso país. É de sua obra paradigmática Portos de passagem, centrada na linguagem mas fundamental para a formação de professores e para o trabalho escolar, que pedimos emprestado o nome do Grupo. E é em sua presença com o blog Passagens que encontramos força e coragem, mas também rigor e coerência para os propósitos que temos. Nosso agradecimento e nossa homenagem a este grande linguista brasileiro.

Desenvolvido e hospedado por

g5559