Passagens: o blog do Wanderley Geraldi

O valioso tempo dos maduros

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. 

Tenho muito mais passado do que futuro.

Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas. 

As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo

que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.

Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados. 

Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis,

para discutir

Acabei! Um tijolaço de 896 páginas. No final do exemplar, escrevi: Excelente! Excelente!. Para se aventurar na leitura, há que preparar um tempo, disponibilidade e persistência. Quem chega ao fim descobre: este excelente romance de Jonathan Littell merece todo o esforço. E a leitura começará a fluir quando o leitor desistir de compulsar o glossário para compreender todas as siglas do estado nazista, ou desistir de querer compreender as equivalências dos títulos militares, porque do contrário se tornará especialista em “ober” “sturm”, obersturm”, “obersturmbann” ou

O Brasil em peso está com os juízes e procuradores. Coitados, não terão os aumentos que estavam previstos pelos órgãos inferiores! Tudo indica que até o auxílio Universidade vai ficar para mais tarde. Mas poderá sair o auxílio refeição. Tratar-se-ia (no bom estilo da moda) de um auxílio suplementar ao auxílio alimentação. Um ficaria para quando os senhores juízes comem em casa; outro para quando fazem refeições fora de casa! Nada mais justo este auxílio, porque como pagar os inúmeros jantares sem uma ajuda de custo?

Penso que o tropeço de

É o seguinte: quando alguém está no topo, não faltam atualmente delatores para o derrubar. Foi o que aconteceu com Aécio Neves. A PF acaba de dar a público seu relatório: não houve propinas em Furnas. E se houve bandalheira, não tem nada a ver com recebimentos de valores por dirigentes do PP, do PSDB e – pasmem! – PT !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deus meu! O PT não recebeu nada das maracutais do Dr. Dimas Toledo em Furnas, um diretor dos tempos de FHC que Lula manteve (porque nada como o PT para manter adversários nos mais diferentes ministérios). Para salvar amigos, a PF inocenta até

Se ontem fui sombrio – quem não o seria nestas circunstâncias? – hoje serie de um otimismo atroz, atordoante. Sei que ela é inexequível, mas a não correspondência com a realidade de hoje não anula o pensamento e as ideias podem se tornar boas bandeiras para que as coisas mudem... se é que mudar interessa!

Qualquer que seja a reforma política que vier da lavra do fantasmagórico José Serra, aquele duplamente recusado pelas urnas porque representa interesses nada nacionais, ela será para aumentar e perpetuar o poder do Parlamento. Imaginem quanto custará ao país construir uma maioria para

Seja assinante

Cadastre seu e-mail e não perca nenhuma postagem do blog do Geraldi.
captcha 

Apoio Cultural

Sobre o Autor

wanderley João Wanderley Geraldi não precisa ser apresentado; quem ainda não o conheça, certamente o encontrará em sua formação. Mas é necessário dizer que o que aqui se faz é também consequência de sua militância na Educação em nosso país. É de sua obra paradigmática Portos de passagem, centrada na linguagem mas fundamental para a formação de professores e para o trabalho escolar, que pedimos emprestado o nome do Grupo. E é em sua presença com o blog Passagens que encontramos força e coragem, mas também rigor e coerência para os propósitos que temos. Nosso agradecimento e nossa homenagem a este grande linguista brasileiro.

Desenvolvido e hospedado por

g5559