Passagens: o blog do Wanderley Geraldi

Como os tempos Trump/Marcon/May não estão para peixe, fui ao meu manual  AQUI JAZ – O LIVRO DOS EPITÁFIOS (Aran & Castelo, Editora Ática, 1996) procurando como deixar algo nas lajes dos cemitérios. Como sabem, não acredito que teremos uma 3ª. Guerra Mundial – apesar de a TV Russa ter transmitido aos cidadãos para que se preparem para tal – mas que continuaremos a ter guerras localizadas.

Como os mísseis estão sobrando nos armazéns norte-americanos e como é preciso manter a produção de novos mísseis, e como o Oriente Médio deixará de existir em pouco

 

Revirando alguns documentos de meus arquivos pessoais, encontrei o registro de uma campanha publicitária realizada pelo Ministério da Educação, no ano de 2009, que tinha como finalidade valorizar o papel do professor. Na primeira quinzena de outubro daquele ano, uma propaganda passou a ser veiculada com o objetivo de afirmar a importância do professor para o desenvolvimento do país. Transcrevo:

“A base de toda conquista é o professor

A fonte de sabedoria, um bom professor

Em cada descoberta, cada invenção,

Todo bom começo tem um bom professor.

No trilho de uma

A canção da fomeGeorg Weerth (Alemanha)

Prezado senhor rei,

Sabes a notícia grada?

Segunda comemos pouco,

Terça não comemos nada.

Quarta sofremos miséria,

E quinta passamos fomes;

Na sexta nos fomos -

Não se aguenta quem não come!

Por isso vê se no sábado

Mandas cozer o pãozinho,

Senão no domingo, ó rei,

Vamos comer-te inteirinho!

(Rosa do Mundo, 2001 Poemas para o futuro. Porto : Assírio & Alvim, 2001)

 

São alarmantes as notícias. Hoje começou o bombardeio a Damasco (Síria) pelas forças armadas norte-americanas, francesas e inglesas! Ontem, fazendo o que repetidamente vem fazendo, Donald Trump atacou a Rússia. Segundo o Sul21:

O republicano também criticou a Rússia e o Irã, fiadores de Assad no poder, e afirmou que as nações devem ser julgadas “pelos amigos que elas mantêm”. Em seguida, Trump elogiou países “amigos”, como os Emirados Árabes e a Arábia Saudita, que financia rebeldes na Síria, incluindo o grupo radical Jaysh al Islam, e patrocina a

Normalmente, quando linguagem e ação são correlacionadas, as primeiras ideias relativas a esta aproximação dizem respeito às ações que os sujeitos praticam pelo uso da linguagem. A longa tradição dos estudos retóricos vem desde sempre apontando para os objetivos persuasivos do orador: obter pelas palavras a adesão do auditório às teses que defende implica uma ação que se pratica com a linguagem. Como noticia Manacorda (1989), as civilizações antigas já haviam aprendido a importância deste trabalho que se faz com a linguagem. Os fundamentos

Seja assinante

Cadastre seu e-mail e não perca nenhuma postagem do blog do Geraldi.
captcha 

Apoio Cultural

Sobre o Autor

wanderley João Wanderley Geraldi não precisa ser apresentado; quem ainda não o conheça, certamente o encontrará em sua formação. Mas é necessário dizer que o que aqui se faz é também consequência de sua militância na Educação em nosso país. É de sua obra paradigmática Portos de passagem, centrada na linguagem mas fundamental para a formação de professores e para o trabalho escolar, que pedimos emprestado o nome do Grupo. E é em sua presença com o blog Passagens que encontramos força e coragem, mas também rigor e coerência para os propósitos que temos. Nosso agradecimento e nossa homenagem a este grande linguista brasileiro.

Desenvolvido e hospedado por

g5559