Passagens: o blog do Wanderley Geraldi

Domingo

Hoje é domingo em toda parte e à tarde.

Domingo no meu telefone.

Domingo nos cinzentos suplementos

       literários.

Domingo nos corações livres

das empregadas e das senhoras com empregada.

Domingo nas chncelarias.

Domingo nas barbas do bêbados

- belas, grisalhas, tristíssimas

como um espelho abandonado.

É o terrível dia em que Deus descansou.

Dia frio, ateu e perigoso

em que Deus descansou como um banqueiro.

Hoje tenho um lugar onde cair morto

mas não tenho para viver.

(Fernando Sánchez Sorondo)

 

O Mago

Pela memória passam cavalos.

 

A luz entra no quarto

para que as

Incentivado pelo Pedro Amaro, acabei reunindo meus registros de leituras publicados aqui no blog na forma de livro impresso. Selecionei do conjunto de mais de 50 livros comentados, 40 crônicas que formaram o livro “Textos sobre Textos” (São Carlos : Pedro & João, 2017). Cada um dos capítulos vem encimado pelo título do livro comentado, exceto em um dos textos, em que comento ao mesmo tempo três livros que tematizam o insignificante, o ínfimo, o miúdo.

A edição feita a toque de caixa, pois o convite para publicar que me fez o Pedro Amaro foi feito em fins de setembro, selecionei e enviei. O  Miotello se

Nota introdutória

Este texto foi escrito a pedido da Profa. Sarita Moysés que estava organizando um Caderno do CEDES sobre o ler e o escrever. Escrevi-o no primeiro semestre de 1984 e entreguei o texto para publicação. A edição do Caderno (n. 14) demorou. Assim, antes mesmo da publicação no espaço para o qual se destinava, o texto foi incorporado na coletânea O Texto na Sala de Aula (1ª. edição em setembro de 1984, pela Assoeste). Esta coletânea surgiu, na verdade, para ser a “apostila” de um conjunto de cursos que seriam ministrados para os professores de língua portuguesa do

O jornalGGN (Nassif) e o DCM estão prestando um serviço público inestimável com a sua série de reportagens sobre a “indústria da delação premiada”, apresentando sequencialmente um conjunto de fatos que demonstram que as negociações com os delatores e as narrativas a serem por estes apresentadas não têm nada a ver com a busca da verdade, mas com a confirmação de uma narrativa previamente estabelecida pelos supostos investigadores (delegados, procuradores e juízes).

Nas salas dos procuradores, onde a costura se tece, há uma clareza meridiana: eles já sabem a

Em economia política ninguém se mete. Quer dizer, ninguém deve se meter, somente o ministro Meirelles. Uma imagem ingênua de cientista político puro, limpo, com vasta experiência financeira bancária, sempre bem intencionado para o bem do Brasil. O Brasil em primeiro lugar, acima de todos e para todos. Assim, fala o ministro Meirelles. Exatamente como se fosse possível um Brasil sem todos. Às escondidas, permanece um Brasil para poucos às custas do sofrimento de muitos.

Por conta e força desta imagem, as tagarelices diárias, mentiras eivadas e fantasmagorizadas de verdades, são repetidas em linguagem e

Seja assinante

Cadastre seu e-mail e não perca nenhuma postagem do blog do Geraldi.
captcha 

Apoio Cultural

Sobre o Autor

wanderley João Wanderley Geraldi não precisa ser apresentado; quem ainda não o conheça, certamente o encontrará em sua formação. Mas é necessário dizer que o que aqui se faz é também consequência de sua militância na Educação em nosso país. É de sua obra paradigmática Portos de passagem, centrada na linguagem mas fundamental para a formação de professores e para o trabalho escolar, que pedimos emprestado o nome do Grupo. E é em sua presença com o blog Passagens que encontramos força e coragem, mas também rigor e coerência para os propósitos que temos. Nosso agradecimento e nossa homenagem a este grande linguista brasileiro.

Desenvolvido e hospedado por

g5559